quinta-feira, fevereiro 15

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

Novamente vem a tona a discussão sobre a redução da maioridade penal.
Por acaso se mudar de 18 para 16 anos a maioridade penal, o estado passará a fazer sua parte, proporcionando aos menores penais uma educação gratuita e qualificada para que eles não venham a ser criminosos? Serão criados postos de trabalhos suficientes para não haver a sedução e/ou necessidade destes jovens cometerem crimes? Haverá algum tipo de acompanhamento para auxiliar famílias mal estruturadas? Vai haver finalmente um programa de controle da natalidade? Acabará o narcotráfico ou haverá uma legalização das drogas? Os presídios terão segurança para não haver fugas, motins e crimes comandados de dentro deles? E os presídios terão lugar para todos esses maiores penais? Acho que não!

E será que daqui a dez anos_ após a aprovação desta redução - ao perceberem que tudo está na mesma não irão pedir uma nova redução da maioridade penal?

4 comentários:

Jens disse...

Esta questão de reduzir a maioridade penal revela o racismo e a hiprocrisia da classe média. Querem encarcerar toda "essa gente de pele escura" (no fundo gostariam que todos fossem executados pela PM - por isso não se vê "cidadãos de bem"indignados com as chacinas que matam inocentes na periferia). O governo também se nega a fazer a sua parte, que é investir maciçamente na educação. Se desde a primeira vez que ouvi falar em necessidade de educar a população, mais de trinta anos atrás, algo tivesse sido feito pelo Poder Público, a situação seria outra. Mas, como os frutos de uma política dessa natureza não são imediatos, não rendem votos, não se faz nada. E "os homens de bem" não estão nem aí. Qualquer hora vão propor a que assim que o bebê deixe a chupeta seja passível de criminalização. Sinceramente, as manifestações hipócritas que tenho vista por aí me deixam com raiva, nauseado, p***da cara. Que venha o carnaval, antes da guerra civil. Tô precisando de um refresco, um pouco de alegria descompromissada - até a próxima passeata da cidadania fajuta pedindo mais segurança. Um abraço.

Anônimo disse...

Esse tema é muito complicado, é claro que uma pessoa de 14, 15 anos pode fazer qualquer coisa que um de 18,19,20, inclusive crimes, o que é muito triste. Só que não podemos continuar que menores de idade fiquem assumindo crimes para livrar a cara de bandido. Sou a favor do fim da dita maior idade, cada um deve ser julgado pelos seus atos (ou assumidos), sei que assusta a primeira olhada, mas cada crime é diferente do outro, não se pode condenar um guri +ou- 14 anos por roubar uma carteira com prisão, mas se para roubar a carteira ele matar alguém, o tratamento tem que ser diferente, e é por isso que existe o sistema judiciário nesse país. O que não dá é para crianças assumirem crimes de bandidos perigosos que se aproveitam da lei para continuar na ativa.

Jens disse...

Pô cara, não atualiza mais o blog?
Seguinte: a Trincheira do Jens foi pro pau por problemas técnicos. Estou de blog novo: www.tocadojens.zip.net
Apareça!

DANIEL PEARL disse...

BASTA! CPI NA MÍDIA JÁ! Não podemos aceitar um jornalismo sujo, sem vergonha, sem postura, mesquinho, que não respeita o cidadão, a ética e a verdade. Desde 2003, a imprensa chamada "golpista" vem tendo um comportamento inadequado em relação a sua postura jornalística, chegando ao ponto de alguns chamarem a situação de "Golpe Branco" contra o presidente Lula, criando situações desagradáveis. Foi assim, a enxurrada de denúncias sem fundamentos em alguns casos. Nossa imprensa não é séria, já perdeu a credibilidade e dignidade. Chegou a hora da Câmara dos Deputados criar a CPI DA MÍDIA, e já, para o bem na Nação. Daniel Pearl - blog DESABAFO PAÍS - http://desabafopais.blogspot.com. Acesse.