terça-feira, fevereiro 13

PePSi com cachaça


Roberto Freire quer iniciar um movimento de resgate da “esquerda democrática” transformando o seu partido, PPS(ex-PCB) num canal de discussão e ação desta tal “esquerda democrática”. Em suma, o que Freire quer é criar uma candidatura com força para abocanhar a sucessão de Lula.
Até a formação de um novo partido ele acha possível, para abarcar esta “esquerda democrática” que ele vislumbra, Neste movimento ele coloca como expoentes o Senador Jarbas Vasconcellos, - pasmem – FHC e José Serra. Este último para ele é “o nome com capacidade para realizar uma reforma política nacional que tenha na mudança do programa econômico... seu pilar”.
Não! Não escrevi errado não! É isso que pensa ou diz pensar Freire.
Pergunta: Por onde o Sr.Freire andou nos últimos vinte anos, para não saber por onde esta gente andava?
Para completar o pileque, ele afirma que o PSDB tem o papel de líder nesta “esquerda democrática”.
O governo Lula pode não ser comunista e nem socialista. Agora formar uma união com o PSDB e chamá-la de “esquerda democrática” é de chorar.

Um comentário:

Jens disse...

Roberto Freire (argh!) em esquerda democrática. Devia estar bêbado, ou julga que somos trouxas.