quinta-feira, novembro 5

O mar tinha...


O mar tinha turbulências que agitavam suas ondas,
Queria eu transformar em campos de mansidão
o mesmo mar que tem belezas que sempre me seduzem
Que mesmo agitado, não transbordam meu coração.

O mar tinha um modo só seu de me fazer alegre
Que sendo belo e imenso ainda voltará a ter
E por ser único, imenso, amigo e poderoso
Sei que tornará a calmaria que sempre me deu prazer.

Com amor para a Toca

5 comentários:

Humberto Orcy da Silva disse...

Legal, a Marta já leu?
Pentz, esse marcador de temperatura está em °F, vai lá no meu Blog e olha o que eu coloquei do Clic rbs, gostei.

Marta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marta disse...

Oii, amei...lindo demais! Obrigada pelo carinho! Fiquei até envaidecida. Beijos.

Bárbara disse...

Ah, esse poetiso! :)
Lindo como sempre, Lalau!
Beijocas.

vaniateske disse...

Andas muito sensível e escrevendo tri bem. Muito 10!